17 de dezembro de 2007

Jilin, China, 02 de dezembro de 2002

Caros Lao Peng Li e Tài Tai Li.

O motivo desta carta é triste, portanto, serei breve, sem muitas considerações.

Venho informá-los que o pai de vocês faleceu, ontem à noite, devido a uma infecção generalizada, advinda de um corte no pé feito com a enxada, enquanto carpia a lavoura.

Friso, aqui, o quanto tentamos salvá-lo e, principalmente, o quanto ele foi valente, resistindo e lutando bravamente por quase um ano. Infelizmente, devido às sérias dificuldades que enfrentamos aqui não pudemos guarnecê-lo de todos os medicamentos e cuidados necessários.

Em seus últimos dias de vida ele pronunciava incessantemente o nome de sua mãe e, pouco antes de morrer, me fez um último pedido: “Procure meus filhos que estão longe e diga a eles que retornem... eu vivenciei e posso assegurar-lhe que a busca pela sobrevivência não vale a renúncia de uma vida inteira...”

Espero que estejam bem.

Meus sentimentos,

Aiko Koan

2 comentários:

Blog do Caçula disse...

Eu e meu irmão – que, como decorrência da triste notícia, viajou à China para cuidar do que restou de nossos bens familiares – somos os destinatários da carta que acaba de ler. A remetente é uma velha conhecida de nossa família.
Meu irmão, Lao Peng Li, não perdeu tempo e, ao chegar lá, cuidou de escrever com suas primeiras impressões de nossa terra natal. Acompanhe sua mensagem em http://vitormachadinho.blogspot.com ... Em breve, minha resposta estará à sua disposição nesta mesma página.

Atenciosamente,

Tài Tai Li

CresceNet disse...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passada lá no meu site, que é sobre o CresceNet, espero que goste. O endereço dele é http://www.provedorcrescenet.com . Um abraço.